quinta-feira, 28 de abril de 2016

Iogurte de bolacha Maria

   Mais uma receita de iogurte. Com bolacha Maria, que lhe confere textura e sabor.



1 l de leite
1 iogurte natural
200 g de bolacha Maria
30 g leite em pó
70 g de açúcar amarelo

   Coloque as bolachas no copo e pique 10 segundos/ velocidade 9.
   Adicione os restantes ingredientes  e triture 1 minuto/ velocidade 7
   Programe 5 minutos/ 50ºC/ velocidade 3.
   Retire do copo e distribua pelos copos de vidro
   Tape e coloque numa iogurteira por 12 horas.
   Passado este tempo, coloque no frigorífico, durante, pelo menos, 5 horas.


 Não tendo uma iogurteira, aqueça o forno até aos 50ºC e desligue-o ao fim de 1 hora. Coloque os copos de iogurte no forno por cerca de 12 horas. Retire e leve ao frigorífico. 


quarta-feira, 27 de abril de 2016

Danoninhos caseiros

Que criança não gosta de danoninhos? e estes feito nas Bimby são um petisco!



500 ml  de leite
1 embalagem de queijo creme
50 g de leite em pó
1 saqueta de gelatina de morango 
50 g de açúcar


Na Bimby:
   Coloque 250 ml de leite no copo e programe 5 minutos/ 90ºC/ velocidade 1.
   Em seguida, junte a gelatina e bata por 30 segundos/ velocidade 4.
   Adicione o queijo creme, o leite em pó, o açúcar e o leite restante. Misture 30 segundos / velocidade 10.
  Deite em copinhos de vidro e leve ao frigorífico, até prender.


Método tradicional:
   Leve ao lime 250 ml de leite e deixe aquecer, sem ferver. 
   Quando estiver quente deite o pacote da gelatina e mexa muito bem. 
   Adicione o queijo creme, o leite em pó, o açúcar e o leite restante.
   Mexa tudo muito bem até dissolver. Use a varinha mágica, caso fiquem alguns grumos.
   Deite em copinhos de vidro e leve ao frigorífico, até prender um pouco.



segunda-feira, 25 de abril de 2016

Ermelinda Duarte

   Esta música nasceu em 1974, tal como eu. Aprendi a cantá-la quando ainda não lhe percebia o significado, quando ainda não sabia sequer que, um dia, Portugal viveu de pensamento e voz espartilhados. Gostava de cantar a história da gaivota, apenas isso... de pensar que as suas asas a poderiam levar onde quisesse. E que algures num campo, uma papoila dançava ao vento e crescia feliz.
   De tanto a cantar, nunca lhe esqueci a letra. E continuo a cantarola-la muitas vezes (acho mesmo que esta música vive agarrada à minha pele).
   Hoje é dia de a passar aos dois pequenotes. Para que não esqueçam que a liberdade que hoje vivem, teve de ser conquistada. E que deve ser celebrada, nem que seja a cantar!


   O hino da liberdade na voz da Ermelinda Duarte.


sexta-feira, 22 de abril de 2016

Iogurte com compota

   Mais uma receita de iogurte. Eu não vos disse que estamos todos fãs dos iogurtes feitos em casa? 
   



1 l de leite meio-gordo
1 iogurte natural
50 g de leite em pó
Compota de pêssego (ou outra a gosto)


  Na Bimby:
   No copo adicione o leite, o iogurte e o leite em pó e programe 4 minutos/ 50°C/ velocidade 3.
   Entretanto, coloque, em cada um dos copos,  2 colheres (chá) de compota.
  Terminado o tempo, verta o iogurte para recipientes de vidro.
  Tape, e coloque numa iogurteira por 10 horas.

Método tradicional:
      Leve o leite ao lume e deixe ferver.
   Quando estiver morno, retire um pouco e adicione ao iogurte e ao leite em pó. Junte ao leite restante e mexa bem.
    Entretanto, coloque, em cada um dos copos,  2 colheres (chá) de compota.
   Verta o iogurte para recipientes de vidro.
   Tape e coloque numa iogurteira por 10 horas.



Nota:
   Caso opte por fazer a compota em casa, a mesma deverá estar fria no momento em que é colocada nos copos. Caso contrário, o processo de fermentação não será bem sucedido.

   Não tendo uma iogurteira, aqueça o forno até aos 50ºC e desligue-o ao fim de 1 hora. Coloque os copos de iogurte, abafados com uma manta, por 10 horas. Retire e leve ao frigorífico.


segunda-feira, 11 de abril de 2016

Bolo de iogurte sem óleo

   Ora aqui fica um bolo de iogurte, igualmente bom, mas a meu ver muito mais saudável, pois não leva óleo. Nem se nota a falta deste ingrediente, porque fica bem fofinho e nada seco.
   Esta receita Não fica atrás das minhas favoritas de bolo de iogurte, que podem encontrar aqui e aqui




4 ovos
2 iogurtes de aromas (morango, ou ananás, por exemplo)
2 chávenas de açúcar
2 chávenas de farinha
1 colher (chá) de fermento em pó

Na Bimby:    
   Pré-aqueça o forno a 180ºC.
 Junte todos os ingredientes no copo, à excepção da farinha e do fermento. Bata 5 minutos / velocidade 4.
   Adicione a farinha e o fermento e bata 15 segundos/ velocidade 6.
   De seguida, verta a massa numa forma (previamente untada e polvilhada).
   Leve ao forno por cerca de 30 a 35 minutos


Método tradicional:    
   Pré-aqueça o forno a 180ºC.
   Numa tigela deite os ovos, os iogurtes e o açúcar.  Bata tudo muito bem.
   Adicione a farinha e o fermento e bata até a massa fazer bolhinhas.
   De seguida, verta a massa numa forma (previamente untada e polvilhada).
   Leve ao forno por cerca de 30 a 35 minutos

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Iogurte de chocolate

  Finalmente cedi aos pedidos dos meus três homens e fiz iogurtes com sabor a chocolate! sao uns gulosos estes meninos! :-)  




1 litro de leite meio gordo
1 iogurte natural
35 g de leite em pó
100 g de açúcar amarelo
1 pacote de pudim de chocolate


Na Bimby:
   Coloque todos os ingredientes no copo e programe 5 minutos/ 50ºC/ velocidade 3.
   Deite o preparado em copos de iogurte, tape-os e coloque na iogurteira durante 12 horas.
   Após esse tempo, retire e coloque de imediato no frigorífico.


Método tradicional:
   Aqueça o leite, tendo o cuidado de não o deixar ferver. 
   Junte o pudim, o leite em pó e o açúcar. Mexa bem com uma vara de arames, para que fique tudo muito bem dissolvido.
   Junte o iogurte e mexa bem, até obter um líquido homogéneo.
   Deite o preparado em copos de iogurte, tape-os e coloque na iogurteira durante 12 horas.
   Após esse tempo, retire e coloque de imediato no frigorífico.