segunda-feira, 12 de Maio de 2014

Waffles

   A decisão foi unânime: descobrimos a receita de waffles que iremos repetir sempre que a criançada pedir! 
                   

              

5 dl de leite
100 gr de manteiga
250 gr de farinha
3 ovos 
150 gr de açúcar em pó
Sal q.b.
1 colher (chá) de fermento em pó

   Amorne o leite. 
   Retire do lume e derreta a manteiga. 
   Deite a farinha numa tigela. Abra uma cavidade e coloque os ovos, o açúcar e uma pitada de sal. 
   Mexa com uma colher a partir do centro. 
   Junte aos poucos a mistura de leite e manteiga e bata bem a massa. 
   Aqueça bem a forma e deite uma concha de massa, a qual deve ser bem espalhada. 
   Feche bem a forma e deixe cozer durante 5 minutos. 


sexta-feira, 9 de Maio de 2014

Dez maneiras de usar um lenço

Sou apaixonada por golas, lenços e encharpes. Por isso adorei este vídeo que encontrei e que decidi partilhar. Espero que gostem. Eu vou usar e abusar destas ideias! :-)







quinta-feira, 8 de Maio de 2014

O Cacau e o Alecrim

   Há já algum tempo que o G. pedia que fizesse novos bonecos para ele e para o irmão. Deste pedido nasceu o coelho Cacau  e o gato Alecrim. Os meninos adoram-nos!





quarta-feira, 7 de Maio de 2014

Docinhos de côco

   Esta receita traz-me boas recordações: estes docinhos estiveram presentes em quase todas as minhas  festas de aniversário, feitos pela minha mãe. Há uns dias apeteceu-me experimentar. Não sei se a receita é a mesma, mas o resultado é semelhante: são deliciosos! 


                                

100 gr de açúcar
100 gr de côco ralado
2 ovos
1 colher (sopa) de margarina

   Ligue o forno a 180ºC.
   Misture os ovos com o côco ralado.
   Acrescente o açúcar e a margarina derretida. 
   Envolva bem.
   Com a ajuda de uma colher, coloque montinhos de massa em forminhas de papel plissado.
   Coloque num tabuleiro e leve ao forno por 10 minutos.
  


Nota: Ao sairem do forno, os docinhos ainda têm de estar moles. Vão endurecer à medida que forem arrefecendo. Todavia, o interior manter-se-á húmido e macio.

terça-feira, 6 de Maio de 2014

segunda-feira, 5 de Maio de 2014

Um passeio ao Museu dos Eléctricos e dos Autocarros

   Não há menino que não goste de brincar aos motoristas ou aos corredores de automóveis. Os meus não são excepção. Por isso mesmo, ontem fomos fazer uma visita ao Tramsmusée. 




   Localizado numa zona tranquila da cidade, fomos surpreendidos por ser de entrada gratuita e por estar inteiramente por nossa conta: éramos os únicos visitantes!

   A viagem no museu começa numa sala repleta de informção relativa a toda a história dos transportes públicos no Luxemburgo. Objectos bem conservados ilustram e dão cor a todo este percurso: muitas fotografias, postais, modelos em miniatura de autocarros e eléctricos, antigos bilhetes, documentos, equipamento e objectos utilizados nas operações quotidianas, um sem fim de pequenos tesouros! 

                                      














   O Tramsmusée, está localizado num antigo armazém de eléctricos, o que permite ter em exposição alguns veículos de transporte público, onde as crianças podem brincar livremente: pudemos subir a uma carruagem de 1875, puxada por cavalos, e que foi o primeiro transporte público a circular no Luxemburgo.






   Visitámos ainda dois eléctricos , perfeitamente cuidados, que e exemplificam os modelos que a partir de 1908 começaram a substituir as pitorescas carruagens puxadas a cavalo. 
  Entrámos também em dois autocarros, um exemplificativo dos que desde 1960 foram, gradualmente substituindo os eléctricos e o outro já mais moderno e em tudo semelhante aos nossos primeiros  "expressos".

                                     














   Este foi sem dúvida o momento alto de toda a visita, pois as crianças adoraram poder fazer de conta que eram motoristas e guardas-freio!





   Quanto a mim, gostei bastante da visita, é sempre bom descobrir cantinhos que nos ensinem um pouco mais sobre este país. Mas sabem de uma coisa? fiquei com uma vontade imensa de voltar a fazer um passeio por Lisboa a bordo do querido eléctrico 28!