quarta-feira, 8 de agosto de 2018

8 de Agosto. O dia Internacional do Gato

   
   Há uns anos, seria inconcebível escrever estas linhas. Porque eu e os gatos não combinávamos mesmo nada... Mas um dia, o meu caminho cruzou-se com a Aléxia. E um ano depois com o Beethoven. Foram eles os verdadeiros responsáveis por agora já não saber viver sem um gato pela casa. Quem diria...
    A Aléxia e o Bee já só vivem nos nossos corações e nas nossas memórias... mas não há dia nenhum que não sinta falta dos olhos azuis desta gata maravilhosa, de temperamento "especial", e da verdadeira "máquina de ronronar" que era o Bee.









 
    Há quase um ano, foi o Aramis a entrar de rompante nas nossas vidas: rejeitado pela mãe, precisava urgentemente de uma casa nova, onde estivesse em segurança. Miava tanto quando o colocaram no meu colo que cheguei a duvidar se iriamos ser capazes de tamanho desafio: apenas um mês de vida, tão pequenino, indefeso, esfomeado... e cheio de pulgas! Mas cá em casa, todos encarámos de frente o desafio de o alimentar e de lhe ensinar o que a mãe não quis fazer! Pelo meio, o pequeno "contratempo do nome": durante umas horas, o Aramis chegou a chamar-se Amélie. Felizmente a veterinária rapidamente nos elucidou que se tratava de um rapaz e não de uma menina! 
   Que grande aventura, gatão lindo! E que bom fazeres parte desta família!


"Um gato tem honestidade emocional absoluta. Os seres humanos, por uma razão ou outra, podem esconder seus sentimentos, mas um gato não o faz" 
(Ernest Hemingway)


Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...