domingo, 11 de novembro de 2012

É por isso que aqui em casa se contam muitas histórias..



"(...) é um privilégio nós conseguirmos lembrar-nos das vozes dos que tiveram a atenção para connosco e nos leram histórias em criança. Por isso, se um adulto quiser sobreviver mais do que uma geração, conte histórias. Deixe ficar o sedimento vital, o sedimento afetivo que é a história, na memória de uma criança (...)" (António Torrado)

Sem comentários:

Enviar um comentário